Mês: dezembro 2011

Luzes da Cidade

As luzes da cidade já não mais estavam acesas quando terminei de assistir a esta grande obra de Charles Chaplin. Considerado um dos grandes filmes de sua bela carreira, “Luzes da Cidade” brilha em todas as suas cenas, desde o início, com o Vagabundo acordando em meio à multidão, até o marcante desfecho. Charles Chaplin demonstra aqui uma perfeição estética em que poucas vezes vi no cinema. Os elogios podem ser feitos em um plano geral, pois as suas expressões durante o filme traduzem todo e qualquer diálogo que aqui não se faz necessário.  Apesar de ser um filme mudo, Chaplin executou perfeitamente elementos sonoros que definem algumas cenas do filme, assim como a belíssima trilha sonora composta por ele mesmo. Um filme prazeroso de se assistir, criado por um gênio absoluto. Não superou qualquer expectativa minha em relação ao filme, pois esperava exatamente uma obra grandiosa, capaz de me trazer esta sensação única que vivo agora.

Sim, Carlitos… Eu posso ver agora!

Obs: Chaplin optou por realizar um filme sem falas, mesmo quando o cinema falado era a maior novidade da época. E ele sabia o que estava fazendo.

Luzes da Cidade (City Lights) – EUA 1931. Direção de Charles Chaplin. Com: Charles Chaplin, Virginia Cherrill, Florence Lee e Harry Myers.

NC:10     NP:10     IMDB:  http://www.imdb.com/title/tt0021749/

Por: R. Lubisco