Serpico

Sidney Lumet foi muito mais do que mais um nome do cinema americano. Esteve por mais de seis décadas a frente de clássicos e filmes marcantes na história do cinema. É constantemente lembrado pelo melhor filme de sua carreira (na minha opinião) 12 Homens e uma Sentença 1957, mas mostrou até o último filme produzido, Antes que o Diabo Saiba que Você está Morto 2007, versatilidade e muita vontade de fazer um bom cinema. E não poderia ser diferente com esta bela obra chamada Serpico.

Baseado em fatos reais, o filme conta a história de Frank Serpico, um policial de Nova York honesto e com vontade de sobra em exercer a sua profissão, que acaba encontrando dentro da própria polícia uma rede de corrupção que nunca poderia imaginar.

Além de Lumet na direção, a grande atração desta obra de 1973 é Al Pacino fazendo o papel de Serpico. Filmado entre O Poderoso Chefão I (1972) e II (1974), Pacino encarna o personagem e demonstra na época que viria a se tornar um dos maiores atores de todos os tempos. Praticamente todas as críticas e comentários que li sobre o filme, são reconhecendo a importância da obra na carreira de Lumet (muitos dizendo que é o seu melhor trabalho na direção) tanto quanto na de Al Pacino. O grande destaque de Pacino, é a maturidade de atuação alcançada aqui, com tão pouca experiência. Provavelmente ter passado pelas mãos de Coppola, e toda a provação para ser aceito no papel de Michael Corleone em O Poderoso Chefão, transformaram a cabeça dele. Como muitos sabem, as filmagens de Serpico ocorreram do fim para o começo, com Pacino cortando a barba gradualmente. Mas o mais interessante nisso tudo, é a desconstrução emocional que ele teve que fazer no personagem. O Serpico que começa o filme está ingressando na polícia, recém descobrindo um mundo novo pela frente. O Serpico do fim está confuso e arrasado por dentro, com as esperanças navegando pelos bueiros de Nova York.

Uma grande experiência cinematográfica e um filme que me deu muito gosto de assistir.

Algumas curiosidades do filme:

– Na época das filmagens, Al Pacino residia no mesmo bairro do verdadeiro Frank Serpico, em Nova York.

– Originalmente, Serpico era pra ser estrelado por Paul Newman e Robert Redford, com Redford fazendo o papel de Serpico e Newman no papel do fiel amigo Bob Blair.

– Al Pacino e Sidney Lumet repetiram a parceria dois anos depois no ótimo Um Dia de Cão, de 1975.

– Serpico obteve 2 indicações ao Oscar de 1974. Melhor Ator (Al Pacino) e Melhor Roteiro Adaptado.

Serpico. EUA 1973. 130 min. Direção de Sidney Lumet. Com Al Pacino, John Randolph, Tony Roberts, Jack Kehoe, Biff McGuire.

NC: 8     NP:     IMDB: http://www.imdb.com/title/tt0070666/

Por: Ricardo Lubisco

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s