James Stewart

#51 A Felicidade não se Compra

its-a-wonderful-life-3

Um dos melhores filmes que nunca ganharam um Oscar. A Felicidade não se Compra do célebre Frank Capra, pode ser considerado um dos grandes filmes já feitos na história do cinema, não em teor de técnica cinematográfica (mesmo tendo um surpreendente estilo de narrativa), mas por toda a história e otimismo no ser-humano que Capra colocou nesta obra.

E não pense você que este clássico foi considerado sempre dessa maneira. Na época de lançamento, A Felicidade não se Compra foi um fracasso de bilheteria e de crítica. Era considerado um filme comum e nada grandioso pela crítica americana, que não enxergavam na época a preciosidade que havia sido filmada. O filme só ganhou reconhecimento e status justamente por ter virado uma obra de domínio público, por nenhum estúdio querer comprar seus direitos autorais. Acabou virando um clássico de natal americano, sendo exibido todos os anos nesta época do ano e diversas outras vezes, caindo no gosto popular e muito tempo depois de sua estréia, sendo aclamado como um dos melhores filmes já realizados, tanto por crítica especializada como por público.

Basta ter um coração para gostar de A Felicidade não se Compra. É um dos poucos filmes que me faz pensar um pouco quando digo para alguém que não acredito mais no ser-humano e na sociedade em geral. Não acredito que era isso que Capra gostaria de passar com o filme, mas a minha opinião. Pela filmografia do diretor, é notória sua crença no bem, e no que umas pessoas podem realizar para outras, nas boas intenções e caráter. É maravilhoso poder assistir algo feito por alguém assim, sendo capaz de me fazer querer ligar para todos meus amigos e conhecidos e perguntar se estão bem, ou precisando de algo. Um filme único não só para mim, mas também para Frank Capra (que declarou ser este o seu filme preferido de toda a sua filmografia e já realizado), de James Stewart (na época em que circulava uma cópia horrível do filme em versão colorizada, ele foi até a justiça juntamente com Capra implorar contra o absurdo do filme rodar em outras versões sem a autorização de seus autores), e para milhares de pessoas mundo afora, que conseguem enxergar no personagem de Stewart, a pureza que muito nos falta hoje em dia.

Um filme que nunca envelhece e nunca é demais assisti-lo novamente. Então quando você ouvir um sino tocando, já sabe: Em algum lugar, um anjo ganhou suas asas.

its_a_wonderful_life_ver2

 

A Felicidade não se Compra (It’s a Wonderful Life). EUA 1946. 130 min. Direção de Frank Capra. Roteiro de Frank Capra, Albert Hackett, Frances Goodrich, Philip Van Doren Stern (história). Com James Stewart, Donna Reed, Lionel Barrymore, Thomas Mitchell, Henry Travers.

NC: 10     NP: 10     IMDB: A Felicidade não se Compra

Por: Ricardo Lubisco

O Homem que Sabia Demais

Daniel Gélin e James Stewart em O Homem que Sabia Demais

Daniel Gélin e James Stewart em O Homem que Sabia Demais

“O Homem que Sabia Demais” (The Man Who Knew Too Much) é um grande filme de Alfred Hitchcock. Um filme que segue a risca as características de seu diretor. Neste clássico de 1956, que é a refilmagem de um filme de 1934 com o mesmo nome e dirigido pelo mesmo diretor, os protagonistas são James Stewart (velho de guerra de Hitchcock) e Doris Day. O filme tem vários destaques, dentre eles, o Oscar recebido pela bela canção original “Que será, será (Whatever Will Be, Will Be)”, a trilha sonora composta pelo gigante Bernard Hermann (“Cidadão Kane”, “O Terceiro Tiro”, “Um Corpo que Cai”, “Psicose”, “Táxi Driver”), e a sempre ótima atuação de James Stewart.

É sempre um prazer assistir a um filme de Hitchcock. Você sabe que será um filme interessante, com personagens bem montados, bem representados, e que terá cenas belíssimas em diversos pontos da exibição. Destaque para uma cena no Royal Albert Hall, de Londres, que é primorosa, e para Doris Day cantando “Que será, será” ao piano.

O Homem que Sabia Demais (The Man Who Knew Too Much). EUA 1956. 120 min. Direção de Alfred Hitchcock. Com James Stewart, Doris Day, Brenda De Banzie, Bernard Miles, Ralph Truman.

NC: 8     NP:8     IMDB:  http://www.imdb.com/title/tt0049470/

Por: R.Lubisco