Jesse Eisenberg

Truque de Mestre

NOW YOU SEE ME

Enquanto terminava de assistir a este filme ontem a noite, fiquei imaginando como começaria este texto. Poderiam ser de várias formas, desde “este filme não é ruim, é uma bosta” até algo mais sutil como “use seu tempo livre para assistir qualquer outro filme”. Optei por começar dizendo que Truque de Mestre, por todo o seu marketing e reunião de bons atores, é uma das grandes decepções do ano, certamente um dos piores filmes lançados neste 2013.

Há tempos descobri da pior maneira que uma reunião de bons atores não é significado de filme bom, mas este se superou.

Se você tem curiosidade sobre o filme, assista o trailer. São apenas dois minutos que resumem todo o filme e te poupam da lenta dor de assistir a esta peça rara de mau gosto.

Truque de Mestre é um filme sem sentido, feito para surpreender o expectador em um final esperado e com flashbacks “reveladores”. O desenvolvimento dos personagens é raso, sendo todos eles mal construídos no roteiro. Roteiro este que é uma das piores coisas do filme, pois o tempo todo mostra eventos grandiosos sem nenhuma ligação aparente, e com truques de mágica somente possíveis na tela do cinema, e porque o filme aborda o tema de ilusionismo. Junte a isto uma péssima edição, e teremos o resultado final do filme.

É uma pena, pois a idéia do filme é muito interessante, tendo em vista que filmes sobre mágica e ilusionismo quase não existem. Lembro dos recentes O Grande Truque e O Ilusionista, exemplos para este filme do diretor Louis Leterrier (Cão de Briga, Furia de Titãs).

Um filme que após o corte final deveria ter sido recusado pelo estúdio e produtores. Um belo pedaço de nada.

E o pior de tudo é que uma continuação já foi anunciada.

now_you_see_me

 

Truque de Mestre (Now You See Me). FRA/EUA 2013. 115 min (de tortura). Direção de Louis Leterrier. Roteiro de Ed Solomon, Boaz Yakin, Edward Ricourt. Com Jesse Eisenberg, Mark Ruffalo, Woody Harrelson, Isla Fsher, Dave Franco, Mélanie Laurent, Morgan Freeman, Michael Caine.

NC: 3     NP: 1     IMDB: Truque de Mestre

Por: Ricardo Lubisco

Anúncios

A Rede Social

David Fincher (Clube da Luta) apresenta em seu mais recente trabalho, um filme inteligente permeado por diálogos ágeis. O ritmo dado ao longa é um acerto de Fincher, dando um tom não muito distante de um documentário para contar a história da criação do Facebook. Os destaques deste filme vão para a atuação de Andrew Garfield, a excelente edição e fotografia, fazendo valer a pena os 120 minutos de produção, assim como a ótima trilha sonora de Trent Reznor e Atticus Ross . Não é toa que o filme foi premiado com o Oscar de Melhor Trilha Sonora e Melhor Montagem. Recebeu também um Oscar por Melhor Roteiro Adaptado, premiando o bom trabalho de Aaron Sorkin (Questão de Honra). A questão é: O filme poderia ter rendido muito mais nas mãos de Fincher. Não vejo nenhuma surpresa em sua boa direção, e não existe a impressão de que ele acrescentou algo de tão grandioso a ponto de ser lembrado por este trabalho. Fica a sensação de ser um filme superestimado, assim como a história (idolatrada por muitos) de Mark Zuckerberg.

The Social Network. EUA 2010. 120 min. Direção de David Ficher. Com Jesse Eisenberg, Rooney Mara, Bryan Barter e Andrew Garfield.

NC: 7     NP:    IMDB: http://www.imdb.com/title/tt1285016/

Por: Renata Sobrosa

A Educação de Charlie Banks

Não é nada que você não tenha visto, mas é fácil perceber certa preocupação para que o filme seja bem feito. Só fiquei sabendo depois de assistir que o filme foi dirigido por Fred Durst, da banda Limp Bizkit. O que de fato deixa o filme mais interessante, já que procurando pela internet, descobri também que ele dirigia a maior parte dos videoclipes da banda. E ele não fez um trabalho ruim, muito pelo contrário, por ser um filme de estréia é muito bem feito. Certas coisas que acabam acontecendo na infância e adolescência que permanecem cravadas na gente e são coisas difíceis de encarar, e, mais ainda, se livrar delas. O sentimento de culpa que acompanha o personagem durante todo o filme é bem interpretado por Jesse Eisenberg, apesar de ele estar praticamente igual em todos os papéis que interpreta, que nem o Michael Cera (Juno). Destaque para Jason Ritter.

A Educação de Charlie Banks ( The Education of Charlie Banks). EUA 2007. 100 min. Direção de Fred Durst. Com Jesse Eisenberg, Jason Ritter, Eva Amurri, Chris Marquette, Sebastian Stan, Gloria Votsis.

NC: 5     NP: 5     IMDB: http://www.imdb.com/title/tt0783515/

Por: R. Lubisco