Liv Tyler

Círculo de Paixões

still-of-kathy-baker-billy-crudup-and-joaquin-phoenix-in-inventing-the-abbotts-large-picture-246341569

Foi uma surpresa agradável encontrar este filme após dar uma zapeada pelas opções que o Netflix me oferecia ontem pela manhã. Ver Joaquin Phoenix e Liv Tyler contracenando juntos em um filme de 1997 despertou a minha curiosidade, e deixar o sono um pouco de lado valeu muito a pena.

Ignore o título brasileiro preguiçoso, este não é um filme apenas sobre paixões, mas sobre a vida de uma maneira geral. É sobre a passagem do tempo na vida de uma pequena família do interior dos Estados Unidos, sobre as paixões da adolescência que perduram com o passar dos anos, e na dificuldade de escolher um caminho e deixar todo o seu mundo para trás.

O diretor do filme é Pat O’Connor, mais conhecido por ter realizado Doce Novembro (2001). Ele realiza um trabalho muito simples aqui, mas memorável. Joaquin Phoenix e Liv Tyler, como já mencionados anteriormente, transformam em arte uma pequena história do filme. No elenco ainda estão Jennifer Connelly, estonteante, e Billy Crudup desempenhando uma grande atuação.

Círculo de Paixões é um filme charmoso e que prende a atenção por contar muito bem uma história, por não se prender em um romance barato e explorar questões familiares de uma maneira sutil e profunda. Valeu a pena para mim pelo menos, que deixei de lado um hiato de 5 meses para vir aqui falar sobre ele.

inventing_the_abbotts

Círculo de Paixões (Inventing the Abbotts). EUA 1997. Direção de Pat O’Connor. Com Joaquin Phoenix, Liv Tyler, Billy Crudup, Will Patton, Kathy Baker, Jennifer Connelly, Joanna Going, Barbara Williams.

NC: 7     NP: 7     IMDB: Círculo de Paixões 

Por: Ricardo Lubisco

Anúncios

#75 Menina dos Olhos

meninadosolhos

O típico filme boboca de comédia romântica, recheado de clichês, e para completar, Ben Affleck como protagonista.

A melhor qualidade aqui é o roteiro bem escrito pelo nerd Kevin Smith, juntamente com a sua direção. É um filme muito comum, mas igualmente adorável (tira o canastrão Ben Affleck do elogio e inclui a Liv Tyler por favor, diretor) que cativa com uma história simples mas bem realizada.

Filme esse baseado nas experiências do próprio Smith como pai.

Um filme diferente do que se espera de Kevin Smith (em 2008 realizou o ótimo Pagando Bem, Que Mal Tem?, comédia no mesmo estilo de Menina dos Olhos, mas um filme com uma categoria muito maior), ao mesmo tempo em que surpreende pela simplicidade e eficácia da história. A única tortura é aguentar o Ben Affleck. Acredite em mim, ele é um dos piores atores de todos os tempos.

PS: praticamente um “resumo” de um comentário decente, pois a falta de tempo para me dedicar aos textos está maior do que eu imaginava. Logo mais tudo voltará ao normal, prometo.

jersey_girl

 

Menina dos Olhos (Jersey Girl). EUA 2004. 102 min. Direção e Roteiro de Kevin Smith. Com Ben Affleck, Liv Tyler, Raquel Castro, Jennifer Lopez, George Carlin, Jason Biggs.

NC: 4     NP: 5     IMDB: Menina dos Olhos

Por: Ricardo Lubisco

Beleza Roubada

Não dá pra saber o que é mais bonito nesse filme do Bertolucci. As paisagens e o clima sensacional da Toscana, ou a beleza gritante e inocente de Liv Tyler. O certo é que o filme é envolto de algo muito charmoso, de forma que acaba sendo prazeroso de se assistir e se envolver com a história. Achei os personagens muito bem montados e seria até covardia falar da trilha sonora.

 Ouvi dizer que este não é um dos trabalhos preferidos de Bertolucci pela crítica, mas tenho certeza que eles devem ter perdido algo, pois a ótima direção faz com que às vezes a gente se esqueça de que há uma câmera filmando toda aquela harmonia. São pequenos detalhes que passam despercebidos, como escrever frases aleatórias em um papel e jogá-lo ao vento.

Concorreu a Palma de Ouro em Cannes 1996.

Beleza Roubada (Stealing Beauty). ITA/FRA/UK 1996. 118 min. Direção de Bernardo Bertolucci. Com Liv Tyler, Rachel Weisz, Joseph Fiennes, Carlo Cecchi, Sinéad Cusack, Jason Flemyng, Jeremy Irons.

NC: 7     NP: 8      IMDB: http://www.imdb.com/title/tt0117737/

Por: R. Lubisco