Oscar 2013

O Voo

flight-movie-denzel-washington

É o novo filme de Robert Zemericks. Somente esta frase já tornou o filme mais interessante para mim, antes mesmo de saber do que se tratava a história. Diretor cultuado dos anos 90, dirigiu ótimos filmes como De Volta Para o Futuro (I, II, III), A Morte lhe Cai Bem e Forrest Gump, que nos últimos anos estava trabalhando somente com Live Action/Animação, (O Expresso Polar, A Lenda de Beowulf, Os Fantasmas de Scrooge) sendo que seu mais recente filme sem ser neste estilo havia sido O Náufrago, em 2000.

E valeu a expectativa. O Voo é grandioso em vários momentos, ao mesmo tempo em que deixa a sensação de ficar devendo algo a mais em alguns. É um filme balanceado por não ser uma grande produção comercial, mas que encontra no seu personagem principal, a excelente atuação de Denzel Washington. O ator faz a desconstrução emocional de seu personagem de forma vibrante e eficaz, colocando este piloto de avião álcoolatra e desestruturado que salva dezenas de vidas com sua experiência ao aterrissar um voo destinado a cair, entre uma de suas melhores atuação no cinema.

Apesar de tudo, o filme não deixa de ser mediano. Acredito que Denzel leve o filme nas costas e que o mérito de Zemericks não é tão notável quanto deveria. Fica desta obra, um ótimo Denzel Washington para todos aqueles que são fãs de uma grande atuação.

O ator foi indicado para o Oscar 2013 na categoria Melhor Ator. Acredito que o prêmio deva ficar entre ele ou Daniel Day Lewis por Lincoln. Se Denzel vencer, será extremamente merecido.

flight

O Voo (Flight). EUA 2012. 138 min. Direção de Robert Zemeckis. Com Denzel Washington, Tamara Tunie, Don Cheadle, Kelly Reilly, John Goodman.

NC: 7     NP: 7     IMDB: O Voo

Por: Ricardo Lubisco

Anúncios

Globo de Ouro 2013 – Comentários

Les-Mis-Jackman

Posso afirmar que a cerimônia de ontem a noite da 70ª edição do Globo de Ouro, não foi apenas mais uma edição formal e presumível. Alguns filmes sim, já era de se esperar que recebessem vários prêmios, como o longa do diretor Tom Hopper Os Miseráveis. Como eu vi o grande Érico Borgo comentando, Os Miseráveis é um filme feito essencialmente para ganhar prêmios. Um musical que já foi filmado inúmeras vezes no cinema, mas que continua sendo refilmado (desta vez por Tom Hopper, que em 2010 fez o excelente O Discurso do Rei), trocando os seus atores e acrescentando mais efeitos especiais para que possa haver alguma diferença entre os filmes. Os Miseráveis, dentre os filmes, foi o maior vencedor da noite com 3 Globos de Ouro; Anne Hathaway (Melhor Atriz Coadjuvante) que concorria com grandes nomes como Helen Hunt e Nicole Kidman, Hugh Jackman (Melhor Ator Musical/Comédia) concorria com Bill Murray e com o elogiado Bradley Cooper, entre outros, e levou também em Melhor Filme Musical/Comédia.

djangoUnDjango Livre, filme mais recente do diretor Quentin Tarantino saiu do Globo com 2 prêmios: Melhor Roteiro e Melhor Ator Coadjuvante (Christoph Waltz). Esses prêmios ao meu ver, foram provavelmente bem acertados. Conhecemos Tarantino pelo impacto e criatividade de seus roteiros. Foi inclusive assim que ele entrou para a indústria do cinema, escrevendo os roteiros de Amor à Queima Roupa (1993) e Assassinos por Natureza (1994).

argo-still03Outro filme com 2 prêmios na noite, provavelmente os mais importantes e que mais surpreenderam, foi Argo. Tenho certeza que por essa nem o Ben Affleck esperava. Argo levou o Globo de Ouro de Melhor Filme Drama (!) e de Melhor Direção. Concordo com o de direção. Acredito que foi o prêmio mais coerente da noite, pois era o que havia feito a maior diferença atrás das câmeras perante os concorrentes, que eram Kathryn Bigelow (A Hora Mais Escura), Ang Lee (As Aventuras de Pi), Steven Spielberg (Lincoln) e Quentin Tarantino (Django Livre). Todos os concorrentes eram mais do mesmo, mas não Affleck. A sua direção em Argo, foi o grande destaque do filme, anulando até mesmo sua atuação bem ruim. Já o prêmio de Melhor Filme foi uma grande surpresa. Inclusive acho que não era tão bom assim para levar esse Globo, mas aí fica a grande pergunta: Era melhor que os concorrentes? Não sei.

E aqui está a grande dificuldade de se acompanhar filmes que concorrem a qualquer premiação no exterior, principalmente os mais importantes, como Oscar, Globo de Ouro, Cannes, Berlim, etc. Não existe como fazer uma comparação coerente entre os filmes que ganharam e concorriam aos prêmios mais profunda e correta, pois eles ainda não passaram nos cinemas brasileiros. Ou seja: A maioria dos comentários vêm da experiência que temos de cinema, de coerência, de comentários vindos do exterior, de grandes críticos brasileiros que viajam para os Estados Unidos e Europa, para assistir esses filmes. É um tanto complicado. Eu gostaria que a maioria dos filmes fizesse lançamento mundial nos cinemas, e acho que é a maneira mais correta de distribuição de um filme. É um absurdo que filmes grandes como Lincoln, Django Livre, As Aventuras de Pi, A Hora Mais Escura, Os Miseráveis, O Mestre, O Lado Bom da Vida, etc. não tenham sido ainda exibidos em circuito nacional.

vibe-jodie-foster-golden-globesA homenageada do ano, foi a atriz Jodie Foster. Jodie que tem mais de 40 anos de carreira no cinema fez um discurso humano, como poucas vezes se viu na premiação. Com apenas 13 anos, foi um dos destaques do clássico de Martin Scorsese Táxi Driver (1976), e durante todos esses anos atuou em mais de 30 longa-metragens, levando o Oscar de Melhor Atriz por Acusados (1988) e O Silêncio dos Inocentes (1991). Parabéns, Jodie!

A próxima grande cerimônia de premiações, é o Oscar, em 24 de fevereiro. Vem aí, mais um evento de cobertura em tempo real, palpites, surpresas e muito mais. Aguardemos!

 

 

 

Oscar 2013 – Indicados

amourPois então, saíram os candidatos ao Oscar 2013. O que mais me deixou contente, foi o reconhecimento ao cinema do austríaco Michael Haneke, cineasta que eu acompanho de longa data e tenho o orgulho em dizer que assisti todos os filmes. O longa mais recente do diretor, Amor, recebeu 5 indicações ao prêmio, incluindo as categorias de Melhor Filme, Melhor Atriz, Melhor Direção, Melhor Roteiro, além é claro de Melhor Filme Estrangeiro.

lincoln9f-1-webOutros destaques das indicações são Lincoln, filme de Steven Spielberg com o maior número de indicações, 12 ao total. Lincoln parece ser o favorito nas categorias principais, pois conta parte da história dos Estados Unidos, tem um diretor extramamente prestigiado, além do Oscar ser uma premiação americana.

life-of-pi-movie-imageA Vida de Pi, do também prestigiado Ang Lee, recebeu 11 indicações e têm tudo para abocanhar um bom número de prêmios. Outra obra que tem tudo para sair premiada, é O Lado Bom da Vida, do diretor David O. Russel.

Senti falta de mais indicações ao novo filme de Paul Thomas Anderson, O Mestre.

Lembrando que neste domingo, 13 de janeiro, acontece a cerimônia do Globo de Ouro 2013, um enorme parâmetro para sabermos quem sairá premiado da cerimônia do Oscar.

A 85ª edição do Oscar acontece no próximo dia 24 de fevereiro em Los Angeles. Segue abaixo a lista de indicados em todas as categorias.

Melhor Filme

– Argo

– Django Livre

– As Aventuras de Pi

– Lincoln

– A Hora Mais Escura

– Os Miseráveis

– O Lado Bom da Vida

– Indomável Sonhadora

– Amor

Melhor Ator

– Daniel Day-Lewis (Lincoln)

– Joaquin Phoenix (O Mestre)

– Denzel Washington (O Voo)

– Bradley Cooper ( O Lado Bom da Vida)

– Hugh Jackman (Os Miseráveis)

Melhor Atriz

– Jessica Chastain (A Hora Mais Escura)

– Naomi Watts (O Impossível)

– Jennifer Lawrence (O Lado Bom da Vida)

– Emmanuelle Riva (Amor)

– Quvenzhané Wallis (Indomável Sonhadora)

Melhor Ator Coadjuvante

– Alan Arkin (Argo)

– Philip Seymour Hoffman (O Mestre)

– Tommy Lee Jones (Lincoln)

– Christoph Waltz (Django Livre)

– Robert De Niro (O Lado Bom da Vida)

Melhor Atriz Coadjuvante

– Amy Adams (O Mestre)

– Sally Field (Lincoln)

– Anne Hathaway (Os Miseráveis)

– Helen Hunt (As Sessões)

– Jacki Weaver (O Lado Bom da Vida)

Melhor Diretor

– Ang Lee (As Aventuras de Pi)

– Steven Spielberg (Lincoln)

– Michael Haneke (Amor)

– David O. Russel (O Lado Bom da Vida)

– Benh Zeitlin (Indomável Sonhadora)

Melhor Roteiro

– Mark Boal (A Hora Mais Escura)

– Quentin Tarantino (Django Livre)

– Michael Haneke (Amor)

– Wes Anderson/Roman Coppola (Moonrise Kingdom)

– John Gatins (O Voo)

Melhor Roteiro Adaptado

– Chris Terrio (Argo)

– Lucy Alibar/Ben Zeitlin (Indomável Sonhadora)

– David Magee (As Aventuras de Pi)

– Tony Kushner (Lincoln)

– David O. Russel (O Lado Bom da Vida)

Melhor Filme em Língua Estrangeira

– Amor (Áustria)

– A Royal Affair (Dinamarca)

– Kon-Tiki (Noruega/Reino Unido/Dinamarca)

– No (Chile)

– War Witch (Canadá)

Melhor Longa Animado

– Valente

– Frankenweenie

– Detona Ralph

– ParaNorman

– Piratas Pirados!

Melhor Trilha Sonora Original

– Dario Marianelli (Anna Karenina)

– Alexandre Desplat (Argo)

– Mychael Danna (As Aventuras de Pi)

– John Williams ( Lincoln)

– Thomas Newman – (007 – Operação Skyfall)

Melhor Canção Original

– “Before My Time” (Chasing Ice)

– “Everybody Needs A Best Friend (Ted)

– “Pi’s Lullaby” (As Aventuras de Pi)

– “Skyfall” (007 – Operação Skyfall)

– “Suddenly” (Os Miseráveis)

Melhores Efeitos Visuais

– O Hobbit – Uma Jornada Inesperada

– As Aventuras de Pi

– Os Vingadores

– Prometheus

– Branca de Neve e o Caçador

Melhor Maquiagem

– Hitchcock

– O Hobbit – Uma Jornada Inesperada

– Os Miseráveis

Melhor Fotografia

– Anna Karenina

– Django Livre

– As Aventuras de Pi

– Lincoln

– 007 – Operação Skyfall

Melhor Figurino

– Anna Karenina

– Os Miseráveis

– Lincoln

– Espelho, Espelho Meu

– Branca de Neve e o Caçador

Melhor Direção de Arte

– Anna Karenina

– O Hobbit – Uma Jornada Inesperada

– Os Miseráveis

– As Aventuras de Pi

– Lincoln

Melhor Documentário

– How To Survive a Plage

– 5 Broken Cameras

– The Gatekeepers

– The Invisible War

– Searching For Sugar Man

Melhor Documentário de Curta-Metragem

– Inocente

– Kings Point

– Mondays at Racine

– Open Heart

– Redemption

Melhor Montagem

– Argo

– As Aventuras de Pi

– Lincoln

– O Lado Bom da Vida

– A Hora Mais Escura

Melhor Curta

– Asad

– Buzkashi Boys

– Curfew

– Death of a Shadow

– Henry

Melhor Curta Animado

– Adam and Dog

– Fresh Guacamole

– Head Over Heels

– Maggie Simpson in “The Longest DayCare”

– Paperman

Melhor Edição de Som

– Argo

– Django Livre

– As Aventuras de Pi

– 007- Operação Skyfall

– A Hora Mais Escura

Melhor Mixagem de Som

– Argo

– Os Miseráveis

– As Aventuras de Pi

– Lincoln

– 007 – Operação Skyfall