Pierfrancesco Favino

Rush: No Limite da Emoção

Rush-Movie-Niki-Lauda

Ron Howard faz uso de toda a sua experiência em direção para tornar Rush: No Limite da Emoção um retrato fiel da histórica rivalidade entre o austríaco Niki Lauda contra o inglês James Hunt, no campeonato mundial de Fórmula 1 do ano de 1976. Com um ousado e diferente estilo de filmagem adotado, Rush não só é um grande filme, mas um dos longas mais intensos apresentados no cinema nesse ano de 2013.

A história de Rush por si só já é interessante, mas nas mãos de uma equipe comum com certeza não teria o mesmo resultado. Além de Howard na direção, o compositor consagrado Hans Zimmer foi o responsável pela trilha-sonora, e o bom roteirista Peter Morgan – que durante toda a composição foi acompanhado por Niki Lauda – ajudaram a tornar este filme um dos melhores já realizados sobre automobilismo, pois o enfoque principal nunca é a vida pessoal dos pilotos, e sim especificamente a personalidade, rivalidade, e convivência de um com o outro. Some a isso uma grande interpretação de Daniel Brühl, que desde Adeus, Lênin (2003) vem demonstrando um talento absurdo, e uma semelhança física incrível de Chris Hemsworth com James Hunt.

Fora todos esses detalhes que já ajudariam o filme a ser bem-sucedido, o diretor de fotografia Anthony Dod Mantle (Festa de Família, Dogville, Extermínio) foi escalado, e adicionou elementos que tornaram o filme muito mais interessante. A fotografia do filme adiciona tons da época na filmagem mesclados com tecnologia digital, criando um efeito surpreendente e inovador.

O que posso dizer é que é um filme tremendamente inspirante, ainda mais para quem não vivenciou esses anos de Fórmula 1. Mesmo quem não é tão fã assim do esporte tem poucos motivos para não gostar, pois Rush não se limita a ser um filme sobre automobilismo, mas um grande filme sobre uma grande história. Em mim provocou diversos sentimentos, entre eles ler a biografia dos pilotos, assistir os vídeos das corridas da época, e como um bom brasileiro sentimentalista, assistir novamente às melhores corridas do eterno Ayrton Senna.

rush

 

Rush: No Limite da Emoção (Rush). EUA/ALE/UK 2013. 123 min. Direção de Ron Howard. Roteiro de Peter Morgan. Com Daniel Brühl, Chris Hemsworth, Olivia Wilde, Pierfrancesco Favino.

NC: 8     NP: 8     IMDB: Rush: No Limite da Emoção

Por: Ricardo Lubisco

 

 

Anúncios